Em crise pessoal: quando é que a gente vira gente grande?

Padrão

Sempre quando alguém vinha me falar dessas tais crises de 20, 30 anos, ou até crise de meia idade, eu sempre achava tudo isso uma grande besteira. Até parece, só porque cheguei a uma determinada idade eu vou passar por uma crise? Até que eu percebi que, sim, existem mesmo essas crises. Inclusive, estou passando por uma nesse exato momento.

De vez em quando vem aquela sensação de que eu já deveria ter feito algo de importante na minha vida, que deveria ter realizado mais conquistas (não somente materiais)… Que já deveria estar preparada para enfrentar a vida sozinha, por conta própria. Fico imaginando: quando é que a gente se sente um adulto? Sim, porque quando eu era criança, imaginava que aos 25 anos já estaria com minha vida profissional e, quem sabe, pessoal resolvida! Até parece…

Como eu achava que seria quando tivesse 25 anos

Como eu achava que eu seria quando tivesse 25 anos

E como eu realmente sou aos 25 anos

E como eu realmente sou aos 25 anos

A verdade é que ainda moro com meus pais (e não me queixo disso não, apenas sinto que eles já fizeram tanto por mim que eu tenho a obrigação de ter minha independência financeira imediatamente!). Quando abri minha empresa achei que passaria a me sentir um pouco mais adulta e compreenderia melhor como é se virar sozinha, mas a verdade é que até hoje me atrapalho bastante com tudo nessa vida…

Um dia desses perguntei para a minha mãe quando é que ela finalmente se sentiu uma adulta. Eu imaginei que ela fosse responder que se viu como gente grande quando virou mãe, mas, para a minha surpresa, ela me disse que até hoje não se sente muito adulta. Aí eu fiquei um pouco desnorteada…Como assim, minha mãe não se sente adulta, gente?  Se nem ela se sente assim, quem dirá eu?

A resposta da minha mãe quando perguntei a ela quando é que uma pessoa vira gente grande

Minha reação quando minha mãe me disse que nem ela mesma se sente como uma adulta

Quando é que a gente vira gente grande?

Em crise pessoal: falta de criatividade

Padrão

Gente, falhei miseravelmente na minha missão de fazer posts regularmente aqui no blog. #chateada

Mas, vejam bem, estou numa crise de falta de criatividade. Antes tudo o que eu olhava me dava uma nova ideia para postar no blog. Nos últimos dias a minha criatividade está simplesmente… ahn… “hibernando”.

Quando estou tentando ter alguma ideia nova, mas a criatividade simplesmente não vem

Quando estou tentando ter alguma ideia nova, mas a criatividade simplesmente não vem

Vocês tem alguma dica para superar uma crise de falta de criatividade?

Em crise pessoal: dar de cara com pessoas que você não quer encontrar

Padrão

Uma das várias coisas em que não sou boa nessa vida é disfarçar quando não estou a fim de falar com alguém. Pior ainda quando eu dou de cara com alguém e tento fingir que não a vi…

Quando eu chego em algum lugar e dou de cara com alguém que não quer encontrar. O que eu faço? Dou meia volta e vou embora.

Quando eu chego em algum lugar e dou de cara com alguém que não quero encontrar. O que eu faço? Simples, dou meia volta e vou embora.

E quando simplesmente dar as costas e ir embora não é uma opção? Fácil, eu utilizo meus fones de ouvido da invisibilidade!

Quando eu finjo que estar com fones de ouvido me concedem o dom da invisibilidade

Quando eu finjo que estar com fones de ouvido me concedem o dom da invisibilidade.

Maaas, infelizmente nem sempre meu método dos fones de ouvido funcionam… E a única opção que resta é ficar olhando fixamente para o chão, evitando ao máximo contato visual com os outros.

Quando você não tem como se esconder e a última alternativa que resta é ficar olhando para o chão e evitando contato visual com a pessoa indesejada

Quando você não tem como se esconder e a última alternativa que resta é ficar olhando para o chão e evitando contato visual com a pessoa indesejada

Tem momentos em que o que eu gostaria mesmo é ter a habilidade de ficar invisível para não ter que falar com certas pessoas...

Tem momentos em que o que eu gostaria mesmo é ter a habilidade de ficar invisível para não ter que falar com certas pessoas…

E você, como se esquiva ao encontrar com pessoas que você simplesmente não quer ver?

Em crise pessoal: gente que não usa desodorante e anda de ônibus

Padrão

Sou uma pessoa baixinha, mas baixinha MESMO! Para vocês terem uma ideia, não tenho nem 1,50m de altura!E isso traz alguns inconvenientes como, por exemplo: não consigo me segurar nas barras próximas ao teto do ônibus, não alcanço a cordinha para puxar sinalizando o ponto em que vou descer e tenho que fazer algum esforço para subir e descer do ônibus, pois os degraus são um pouco altos. Mas o pior de todos os problemas em ser baixinha e andar de ônibus é o fato de que sempre acabo ficando exatamente na altura das axilas das outras pessoas… E, bem, sempre tem algum bendito que não usa desodorante. Gente, sério, não é nada agradável isso!

O que tenho vontade de fazer quando alguém do meu lado no ônibus claramente não usou desodorante

O que tenho vontade de fazer quando alguém do meu lado no ônibus claramente não usou desodorante

 

Em crise pessoal: de consciência limpa

Padrão

Uma coisa que percebi nos últimos tempos: viver de consciência limpa é, para a minha pessoa, uma das coisas básicas para ser feliz.

Quando aquela pequena voz na sua cabeça, a sua consciência, te impede de fazer algo de errado

Quando aquela pequena voz na sua cabeça, a sua consciência, te impede de fazer algo de errado

Pense: de que vale fazer algo para levar vantagem em cima dos outros se depois você irá ficar se martirizando e se culpando? Eu, pelo menos, sempre que faço algo que sei que não é certo, fico esperando algum tipo de “Juiz da Vida” me punir por não ter feito o correto. Fico presa num estado constante de apreensão.

Sempre que faço algo que não está dentro do que penso ser certo, imagino que um "Juiz da Vida" irá me punir a qualquer instante

Sempre que faço algo que não está dentro do que penso ser certo, imagino que um “Juiz da Vida” irá me punir a qualquer instante

É péssimo quando você está com a consciência pesada e fica tentando fingir que está tudo bem e que você não fez nada de errado.

Quando me sinto culpada por algo que fiz

Quando me sinto culpada por algo que fiz e tento disfarçar

Por isso, eventualmente acabo assumindo minha culpa.

Quando eu admito que sou eu a responsável por algum problema

Quando eu admito que sou eu a responsável por algum problema

Mas quer saber? No fim é sempre muito melhor, porque toda aquela tensão e peso na consciência vão embora e eu posso seguir a minha vida.

Sério, viver de consciência limpa é a melhor coisa que se faz!

Sério, viver de consciência limpa é a melhor coisa que se faz!

Em crise pessoal: saber que alguém não é confiável

Padrão

Não sei se vocês também passam por situações parecidas, mas normalmente quando eu conheço alguém já tenho uma espécie de “intuição” imediata sobre o caráter da pessoa. E, incrivelmente, boa parte das vezes minha primeira impressão está correta. O problema é que nem sempre os outros levam em conta quando digo “-Ei, essa pessoa aí não me parece confiável”. Na maior parte das vezes todos me respondem “- Nada a ver, você que está julgando demais. A pessoa é super gente boa, deixe de ser implicante.” Por algum motivo somente eu pareço perceber que há algo de suspeito com a tal da “pessoa super gente boa”.

Aquela pessoa que consegue fazer todo mundo achá-la super gente boa  à primeira vista

Aquela pessoa que consegue fazer todo mundo achá-la super gente boa e divertida à primeira vista

E como a pessoa realmente é: alguém não tá confiável.

E como a pessoa realmente é: alguém nada confiável.

Sério, me dá uma agonia tão grande saber que meus amigos estão caindo no papo-furado dos outros!

E você, consegue detectar quando alguém não presta?

Em crise pessoal: não sei como manter a calma

Padrão

Sou daquele tipo de pessoa que não sabe manter a calma. Sofro por antecedência quando sei que alguma coisa importante (ou até não tão importante assim) irá acontecer. Simplesmente não sei me controlar quando estou sob pressão.

Como eu me comporto quando estou sob pressão.

Como eu me comporto quando estou sob pressão.

Mas sei que é possível conseguir se controlar, porque conheço gente que o mundo pode estar acabando, mas não está nem aí. Como conseguem? Como?!

Aquele tipo de  pessoa que consegue manter a calma mesmo quando tudo está perdido. Como conseguem?!

Aquele tipo de pessoa que consegue manter a calma mesmo quando tudo está perdido. Como conseguem?!

E você, sabe manter a calma?

Em crise pessoal: 7 coisas que acontecem quando se anda de elevador

Padrão

Para a minha pessoa uma das situações sociais mais complicadas é andar de elevador. Separei aqui 7 coisas que podem acontecer quando se anda de elevador.

Quando você entra no elevador e não sabe como interagir com as outras pessoas que também estão no elevador

1 – Quando você entra no elevador e não sabe como interagir com as outras pessoas que também estão no elevador

O pior é que quando você tenta falar alguma coisa, ser simpático com a outra pessoa que está no elevador, muitas vezes a pessoa simplesmente te ignora

2 – Quando você tenta falar alguma coisa, ser simpático com a outra pessoa que está no elevador, e a pessoa simplesmente te ignora

E aqueles dias em que você tem a infelicidade de entrar no elevador e dar de cara com alguém que você detesta!

3 – E aqueles dias em que você tem a infelicidade de entrar no elevador e dar de cara com alguém que você detesta! (* O pior passeio de elevador de todos os tempos)

Continue lendo

Em crise pessoal: como é ser uma mulher (dia internacional da mulher)

Padrão

Olá! Hoje, 8 de março, como muitos sabem, é o dia internacional da mulher!

Acredito que, ao contrário do que muitos dizem, para ser mulher não tem que saber andar de salto

Acredito que, ao contrário do que muitos dizem, para ser mulher não tem que saber andar de salto

Mulher não precisa usar maquiagem todos os dias, mas se quiser usar, também pode!

Mulher não precisa usar maquiagem todos os dias, mas se quiser usar, também pode!

Mulher não precisa ser charmosa e elegante o tempo todo.

Mulher não precisa ser charmosa e elegante o tempo todo.

Nem toda mulher é dramática e super sentimental

E ser feminista não significa odiar todos os homens da face da terra.

É claro que as mulheres não são perfeitas e às vezes (muitas vezes) cometem erros.

É claro que as mulheres não são perfeitas e às vezes (muitas vezes) cometem erros.

adf

Mas nós sempre damos um jeito de dar a volta por cima!

Feliz dia internacional da mulher!

E para você, o que significar ser mulher?

Em crise pessoal: 3 dicas para combater a falta de motivação

Padrão

Há alguns dias fiz um post sobre falta de motivação. Pois bem, nesse post recebi um comentário de uma pessoa falando que está passando por uma situação parecida com a minha, e que também está se sentindo desmotivada para dar continuidade aos seus projetos. Quando li esse comentário me veio uma sensação engraçada, não diria exatamente de alívio, mas me senti reconfortada em saber que não sou a única que se sente assim. Tem mais gente por aí que “está no mesmo barco” que eu.

Pensar nisso (no fato de eu não estar passando por uma crise de falta de ânimo sozinha) me fez ter vontade de pesquisar e procurar maneiras de se automotivar. E aqui vão 3 das coisas que encontrei:

1- LEMBRE-SE DE TUDO O QUE VOCÊ JÁ SUPEROU:

Procure se recordar das situações difíceis pelas quais você passou e conseguiu superar. São muitas coisas, não é mesmo? Pense que sua situação atual é somente mais uma delas, e que voce irá conseguir dar a volta por cima.

Lembre-se dos vários problemas pelos quais você passou. Foi difícil passar por tudo aquilo? Sim, mas você sobreviveu!

Lembre-se dos vários problemas pelos quais você já passou. Foi difícil passar por tudo aquilo? Sim, mas você sobreviveu!

Além disso, ao se lembrar de suas dificuldades do passado, talvez você irá perceber que boa parte do que antigamente para você pareciam enormes obstáculos hoje parecem coisas mais simples ou até mesmo bobas. Por exemplo: quando você estava na primeira série e percebia que não havia feito a tarefa… O que acontecia? Você percebia que tinha um problemão, ia levar uma bronca da professora! Por isso, procurava fazer a tarefa correndo, antes da aula começar. Hoje em dia você provavelmente vê que não era o fim do mundo ter deixado de fazer um dever de casa.

Acredito que grande parte dos nossos problemas sejam assim, na hora em que ocorrem parecem avassaladores e intransponíveis, mas após nos distanciarmos um pouco do ocorrido podemos perceber que aquela grande crise poderia ser resolvida (ou, até mesmo, podemos perceber que aquela crise nem era exatamente uma crise).

Continue lendo